Aliados de Lula afirmam que presidente não pretende apoiar ofensiva de Maduro contra Guiana

Aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) têm aconselhado o mandatário a tomar cuidado com os próximos passos de Nicolás Maduro, após o líder político venezuelano ter declarado interesse em anexar parte do território da Guiana.

Em um diálogo reservado, um membro do governo afirmou ao blog da jornalista Daniela Lima, no G1, que o governo Lula não dará respaldo a qualquer empreendimento arriscado. Além disso, destacou que o presidente Maduro está ciente dessa postura.

Os aliados do presidente brasileiro também teriam afirmado que o mandatário não adotará uma postura indiferente diante de uma eventual invasão. Além disso, nesta terça-feira (5), Lula acionou o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, para ordenar a blindagem das fronteiras.

Com o aumento da tensão entre Guiana e Venezuela, a inteligência da Polícia Federal passou a monitorar a fronteira brasileira com os países, assim como reforçou o efetivo militar em Roraima, que fica ao lado do território venezuelano e guianense.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts