Alexandre de Moraes determina suspensão do Telegram por 72 horas

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, mandou suspender, por 72 horas, o aplicativo de mensagens Telegram em todo o país. O ministro determina ainda que o Telegram envie uma mensagem a todos os usuários com um contraponto ao texto disparado na quarta-feira (09/05/2023) pela empresa dizendo que o projeto de lei das Fake News “matará a internet moderna se for aprovado com a redação atual”. “O Brasil está prestes a aprovar uma lei que irá acabar com a liberdade de expressão”, diz.

Na decisão, Moraes indica a mensagem que deve ser enviada:

“Por determinação do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, a empresa Telegram comunica: A mensagem anterior do Telegram caracterizou FLAGRANTE e ILÍCITA DESINFORMAÇÃO atentatória ao Congresso Nacional, ao Poder Judiciário, ao Estado de Direito e à Democracia Brasileira, pois, fraudulentamente, distorceu a discussão e os debates sobre a regulação dos provedores de redes sociais e de serviços de mensageria privada (PL 2630), na tentativa de induzir e instigar os usuários à coagir os parlamentares”.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts