Siga nossas redes

Mundo

Duas explosões deixam três mortos em aeroporto da Colômbia

Published

on

Os policiais e um civil foram mortos em duas explosões, nesta terça-feira (14/12/2021), no aeroporto Camilo Daza, na cidade de Cúcuta, na Colômbia.

Em um vídeo publicado no perfil da Polícia Nacional colombiana no Twitter, o comandante da região de Cúcuta, Giovanni Madariaga, explicou como as explosões aconteceram.

O comandante relata que criminosos entraram no aeroporto e, minutos depois, um explosivo foi detonado. Naquela explosão, um civil morreu. Depois, enquanto policiais exploravam a área, encontraram uma mala suspeita que, durante a investigação, detonou, matando dois integrantes da Polícia Metropolitana de Cúcuta.

O comandante do Exército Nacional, o general Eduardo E. Zapateiro, indicou que, segundo informações preliminares, a pessoa que pretendia realizar o ataque morreu no local em decorrência da primeira explosão.

O ministro da Defesa do país, Diego Molano, manifestou condolências pelos dois policiais colombianos mortos no episódio. Posteriormente, a Polícia Nacional confirmou os nomes dos oficiais: David Reyes e William Bareño.

As autoridades do governo colombiano falam em “atentado terrorista”, mas ainda não há detalhes sobre o episódio.

“Repudiamos o covarde atentado terrorista ocorrido na cidade de Cúcuta. Com o Ministério da Defesa, a Cúpula Militar, o Exército da Colômbia e a Polícia colombiana, coordenamos ações imediatas para localizar os responsáveis por este ataque”, publicou o presidente Iván Duque no Twitter.

“Condolências às famílias dos dois heróis da nossa Polícia da Colômbia que perderam a vida num atentado terrorista em Cúcuta. Repudiamos esse ato insano. Nossa Força Pública intensifica a luta contra os grupos armados organizados. Sem Trégua em defesa dos colombianos”, escreveu Diego Molano, também no Twitter.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas