Siga nossas redes

Televisão

Silvio Santos completa 91 anos neste domingo; conheçam a vida e carreira do apresentador

Published

on

O apresentador e dono do SBT, Silvio Santos, comemora neste domingo dia 12 de Dezembro, seus 91 anos de idade. Em isolamento por causa da pandemia, sendo substituído em seu programa por sua filha Patrícia Abravanel, o apresentador está próximo de viajar para passar as férias de fim de ano em Orlando, Estados Unidos. O empresário e apresentador continua mais forte do que nunca em acompanhar e mandar em suas empresas, principalmente no SBT, onde apesar de ter ficado mais distante fisicamente, seu telefone e o fax sempre estão pertos.

História

Filho de dois imigrantes judeus nascidos no antigo Império Otomano (seu pai, Alberto, era de uma região que hoje pertence à Grécia, enquanto sua mãe, Rebecca, era de uma cidade que atualmente fica na Turquia), Senor Abravanel, nome de batismo de Silvio Santos, nasceu em 12 de dezembro de 1930, no bairro da Lapa, no Rio de Janeiro.

Ele tinha cinco irmãos, mas era com Leon, seu irmão mais novo, que ele se dava melhor e sempre arrumava um jeito de ir de graça às sessões de cinema na Cinelândia. Durante as eleições de 1946, Silvio, então com 14 anos, viu um homem que vendia capinhas de plástico para guardar títulos de eleitor nas ruas do Rio de Janeiro, e teve seu primeiro gesto como empreendedor ao decidir fazer o mesmo. Como a repressão da polícia ao comércio ambulante era grande, ele e Leon vendiam seus produtos na rua por apenas 45 minutos por dia, que era o tempo de almoço dos guardas que cuidavam do cruzamento da Avenida Rio Branco com a Rua do Ouvidor. Dias depois, Silvio foi surpreendido e teve suas mercadorias apreendidas, mas o vigia reconheceu seu talento e, em vez de levá-lo à prisão, entregou-lhe um cartão da rádio Continental, na qual fez um teste e foi aprovado.

No trajeto de volta para casa, enquanto fazia a travessia de balsa até Niterói, Silvio teve a ideia de montar um serviço de rádio no transporte para evitar o tédio dos passageiros, que levavam duas horas para concluir o percurso. Com ajuda de comerciantes locais, ele ganhou a aparelhagem necessária para montar o negócio, que lhe despertou o espírito empreendedor. Ele passou a vender anúncios e passou a lucrar com a rádio. Mais tarde, montou um bar na barca, onde vendia refrigerante e cerveja, e organizava bingos.

Carreira na Rádio

Em São Paulo, Silvio passou a trabalhar em circos como apresentador de espetáculos. Sua estreia na televisão aconteceu em 1962, com o Vamos Brincar de Forca, na TV Paulista, no qual adaptou o formato de seus shows no circo e distribuía presentes aos vencedores de gincanas.

Desde sua estreia na televisão, Silvio Santos já comandou mais de 30 programas e passou por quatro grandes emissoras: Tupi, Globo, Record e SBT, sendo a última de sua propriedade.

O potencial da voz de Silvio logo chamou a atenção nas ruas do Rio, e ele foi convidado para fazer um teste na Rádio Guanabara. Passou em primeiro lugar, superando nomes como Chico Anysio, mas logo voltou a trabalhar como ambulante, onde faturava mais. Aos 18 anos, ele foi convocado pelo Exército e passou a servir na Escola de Paraquedistas, onde chegou a realizar alguns saltos. Como a carreira de camelô era incompatível com a de militar, ele voltou a trabalhar como locutor em uma rádio de Niterói nos dias de folga, para ter uma renda extra.

Para ir trabalhar em Niterói, Silvio pegava todos os dias a barca que cruza a Baía de Guanabara, e em uma das viagens ele teve a ideia de montar um serviço de alto-falantes no transporte, que até então era silencioso. Nos intervalos entre uma música e outra, ele fazia propagandas de alguns produtos. A iniciativa fez tanto sucesso que algumas barcas passaram a contar com um bar e um bingo. Ao comprar uma bebida ou refrigerante, o consumidor ganhava uma cartela de bingo para concorrer a prêmios como jarras e quadros. A ideia veio de Silvio, é claro.

Aos 20 anos, o jovem radialista decidiu tentar a vida em São Paulo, onde apresentava espetáculos e sorteios em caravanas de artistas. Nesta época, acabou se formando como técnico em contabilidade, mas decidiu seguir na carreira artística, conseguindo uma nova vaga como locutor de rádio da Rádio Nacional de São Paulo. Para incrementar a renda, ele criou uma revista chamada “Brincadeiras para Você”, que trazia palavras cruzadas, passatempos e charadas, e era vendida por ele nos comércios da cidade.

Baú da Felicidade

O talento para os negócios abriu as portas para o empreendimento que transformaria Silvio em bilionário. Em 1958, seu amigo e também radialista Manoel da Nóbrega estava com dificuldades para administrar uma empresa de venda de brinquedos a prazo. O Baú da Felicidade era um sistema de carnês em que o cliente pagava as prestações de uma caixa de brinquedos ao longo do ano e recebia os produtos na época do Natal.

Nóbrega havia vendido muitos carnês, mas estava com dificuldade para entregar as mercadorias, então pediu a ajuda de Silvio para resolver a situação antes de fechar a empresa. Acontece que Silvio Santos viu no Baú da Felicidade uma grande oportunidade e assumiu o controle total da empresa. Era o início do que em 1962 viria a se tornar o Grupo Silvio Santos.

O apresentador manteve o sistema de crediário, mas expandiu o negócio, criando lojas em que as pessoas poderiam trocar os carnês quitados tanto por brinquedos quanto eletrodomésticos. Além disso, em 1961 Silvio Santos estreou seu primeiro programa na TV, chamado “Vamos Brincar de Forca” – que mais tarde se tornaria o “Programa Silvio Santos” –, onde passou a fazer propaganda do Baú da Felicidade.
Com o tempo, o Baú passou a distribuir não só brinquedos e eletrodomésticos, mas uma enorme gama de produtos, incluindo carros e casas. E para suprir as demandas do empreendimento, Silvio criou empresas nas mais variadas áreas. Entre 1965 e 1975 ele fundou ou comprou mais de dez empreendimentos – como a Baú Construtora, a concessionária Vimave e a Marca Filmes – que em 1972 passaram a ser administradas pela holding Silvio Santos S/A.

O coração do Grupo Silvio Santos, no entanto, era sua divisão financeira. No cenário de inflação alta do fim dos anos 1960, o empresário e apresentador se deu conta de que era preciso aplicar o dinheiro das prestações do carnê do Baú para que esse capital não se desvalorizasse até o fim do ano. Assim, em 1969 ele fundou a Baú Financeira, embrião do que, 21 anos depois, se transformaria no Banco PanAmericano.

Banco PanAmericano

Tele Sena

A Tele Sena foi criada no ano de 1991 pelo apresentador e dono do SBT Sílvio Santos. Sem saberem no que ia se transformar a Tele Sena, Silvio Santos criou a mesma com intuito de salvar sua emissora. Diante da grande dificuldade encontrada para conseguir honrar com os compromissos financeiros do SBT, Sílvio Santos então buscou na Tele Sena uma forma de conseguir tal feito.

Era preciso buscar algo novo, diferenciado e que chamasse a atenção das pessoas de forma rápida. E nada melhor do que oferecer oportunidades das mesmas ganharem prêmios em dinheiro através de sorteios de números.

Tudo era feito como se fosse um grande bingo pela televisão, onde dezenas foram sorteadas e todas as pessoas em sua própria casa iriam acompanhando e marcando em caso de acerto. E depois de muitas turbulências e cansativas idas e vindas de tribunais, Sílvio Santos de próprio punho, escreveu uma carta no ano de 2000 para a então desembargadora do TRF, onde conta toda a trajetória desde a criação da Tele Sena, até o motivo que o levou a este novo empreendimento.

SBT

Apresentador e empresário de sucesso, na década de 1970 Silvio Santos começou a pensar em ter sua própria emissora de TV. O sonho foi concretizado em 1975, quando venceu a concorrência para o Canal 11, do Rio de Janeiro. A emissora, chamada TVS, começou a operar com mais de 13 mil funcionários e contou com um investimento inicial de US$ 10 milhões.

Em 1981, Silvio ganhou a concessão de mais quatro canais, que juntos passariam a formar o Sistema Brasileiro de Televisão, ou SBT. Toda sua popularidade à frente das câmeras rendeu, inclusive, convites para que ele entrasse no mundo da política, o que quase aconteceu nas eleições presidenciais de 1989. Ele chegou a lançar campanha na televisão, mas a candidatura acabou barrada na Justiça sob a alegação de que ele era dono de uma concessionária de TV.

Ao longo das décadas de 1980 e 1990, Silvio se dedicou especialmente à consolidação e expansão do SBT, mas nos anos 2000 voltou a se aventurar em novas áreas. Em 2006 fundou a Jequiti cosméticos e, em 2007, inaugurou o hotel Sofitel Jequitimar Guarujá.

Sequestro

Dia 30 de agosto de 2001, as redações dos principais jornais do país estão em polvorosa. Chegou a notícia que Silvio Santos e uma das suas filhas tinham sido sequestrados. “A informação é quase inacreditável, mas a polícia de São Paulo acaba de dizer que o sequestrador Fernando Dutra Pinto, aquele que liderou a quadrilha que sequestrou a filha de Silvio Santos, refugiou-se na casa do apresentador”, foi anunciado de manhã no programa da Globo, Mais Você.

Foram sete exaustivas horas de negociação. Centenas de policiais mobilizados para resgatar Silvio e sua filha, Patrícia Abravanel. O bandido queria apenas se aposentar e ajudar famílias carentes da comunidade que ele vivia. Os jornalistas trataram aquela situação como uma crônica, só que o apresentador comparou o sequestro como o Show do Milhão. “O Fernando [Dutra Pinto] queria R$ 1 milhão, mas parou na última pergunta e levou só R$ 500 mil”, brincou na ocasião.

Saúde e afastamentos das Telas

Em 1988, o apresentador é diagnosticado com problemas nas cordas vocais, ficando praticamente afônico por alguns dias. Com suspeita de câncer na garganta – fato que nunca confirmou para a imprensa – ganhou apoio da sua família e aceitou tratar o problema nos Estados Unidos. Ele chegou a interromper um de seus programas para transmitir depoimentos emocionados e lembra.
Com suspeita de câncer na garganta – fato que nunca confirmou para a imprensa – ganhou apoio da sua família e aceitou tratar o problema nos Estados Unidos. Ele chegou a interromper um de seus programas para transmitir depoimentos emocionados e lembra.

Silvio viria a ter um câncer, mas em 2013. Com os ternos alinhados e os cabelos acaju sempre bem escovados e cortados, ele deu entrevista para a Veja São Paulo, publicada em 2014. O apresentador revelou que havia se recuperado da doença. “No dia 4 de julho de 2013, tirei a próstata. Ainda está pingando urina sem eu querer. Estou com raiva. Tenho de usar uma cueca especial que é um espetáculo. Não é fralda, tem um tecido que absorve o líquido”, declarou.

Em 2019 o apresentador pegou uma forte gripe, e causou um afastamento por mais de três semanas, isso resultou numa ausência dele no Teleton pela primeira vez em 22 anos que o projeto completava na emissora.
Em março de 2020, a pandemia da Covid-19 fez o apresentador se afastar mais uma vez da TV, ele estava viajando em Orlando, EUA, quando a crise sanitária iniciou, e acabou optando por retornar ao Brasil, e se isolar em casa. Por conta da idade, ele não gravou programas naquele ano, se limitando a aparecer em fotos ou posts em redes sociais feitos por suas filhas, principalmente Patrícia Abravanel.

Candidatura política

Feliz com sua recuperação, Silvio decidiu que iria se dedicar a política. Ganhou um longo depoimento do então governador de São Paulo, Orestes Quércia. Para agradecer o carinho do público, revelou que tentaria ser prefeito de São Paulo, mas precisou abordar a iniciativa no meio do caminho.

No ano seguinte, ocorreu a primeira eleição direta para escolher o presidente da república após a redemocratização do Brasil. Fernando Collor, Lula, Paulo Maluf, Brizola e Mário Covas foram os principais nomes daquela disputa, mas poderiam ter sido apenas coadjuvantes se Silvio Santos não tivesse sido barrado.

Na época, pouco se soube da dor que lhe foi causada por não ter sido autorizado para concorrer ao principal cargo do Poder Executivo Federal. Mas o apresentador chorou ao escrever uma carta para Marcondes Gadelha, publicada no livro Sonho sequestrado: Silvio Santos e a campanha presidencial de 1989.
“Considero que estava qualificado para exercer a Presidência da República e tenho certeza de que a equipe que eu escolheria, no mínimo, melhoraria as condições das pessoas mais necessitadas deste país”, disse o empresário. “Você, com seu talento de escritor e generosidade de amigo, me deixou por diversos momentos com lágrimas de saudade e emoção ao trazer de volta aqueles compromissos”, confidenciou.

As marcas foram tão fortes na alma do apresentador, que ele nunca mais quis ser candidato a presidência. Silvio segue influente na política, apoiando cada presidente, governador e prefeito do país, só que deixou claro que seguiria como apresentador, longe de qualquer traição, golpe ou rasteira na vida pública.

Luta contra Covid-19

O apresentador resolveu retornar às gravações do seu programa na sexta-feira, dia 23 de julho de 2021, após tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19, e depois de ter ficado afastado por 1 ano e meio, e só retornou quando teve a possibilidade de contar com as colegas de trabalho.

Na sexta-feira dia 13 de agosto de 2021 o apresentador foi diagnosticado com Covid-19, e ficou internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, fez exames, e como quadro clínico era bom, ele preferiu não continuar internado ocupando mais um leito de UTI, diante da segunda onda que estava deixando os hospitais lotados com falta de leitos, isso fez no dia seguinte, dia 14 de agosto, o apresentador deixar o hospital e ser acompanhado por médicos diretamente de casa.

A filha número 4 do apresentador, anunciou no dia 19 de agosto de 2021, que seu pai havia vencido quase totalmente o Covid-19, e a vitória total ocorreu no dia 22 de agosto.

Atualmente
O apresentador precisava de alguém para substitui-lo, entre aspas, e a escolha por parte dele foi em Patrícia Abravanel, onde desde o dia 04 de outubro, ela está no lugar de Silvio Santos em seu programa, e a previsão de retorno do seu pai aos palcos é para Março de 2022.

*Informações dos Portal Terra, Diário do Nordeste, Portal NaTelinha, e Poder390

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

1 Comment

1 Comment

  1. Pingback: Jair Bolsonaro se reúne com Silvio Santos na casa do apresentador em São Paulo | Sessão de Notícias

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas