Siga nossas redes

Esportes

Brasil é prejudicado pela arbitragem e não sai do empate contra Argentina pelas Eliminatórias da Copa

Published

on

A seleção brasileira ficou no empate sem gols com a Argentina na noite desta terça-feira (16/11/2021), em San Juan, pela 14ª rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O resultado pouco importava no clássico, já que o time canarinho tinha garantido a vaga no Mundial na última quinta-feira. A Argentina ainda não está classificada, mas é só questão de tempo.

O Brasil foi prejudicado pela arbitragem, que não expulsou Otamendi pela cotovelada maldosa em Raphinha aos 33 minutos do primeiro tempo. O árbitro nem sequer foi chamado pelo VAR para rever o lance no monitor.

O clássico foi bastante pegado e teve diversas trocas de empurrões entre os jogadores. De chances de gol, as melhores foram do Brasil, que também contou com ótima atuação de seus volantes para bloquear o ataque adversário e fazer Messi ter uma noite apagadíssima.

Foi o último jogo da seleção brasileira em 2021. A equipe volta a campo em 27 de janeiro, contra o Equador, em Quito, pela 15ª rodada das Eliminatórias.

O jogo

Tite tinha dois desfalques importantes: Casemiro, suspenso, e Neymar, que sentiu dores na coxa esquerda. Fabinho e Vini Jr tiveram oportunidade de começar a partida. O volante foi muito bem, especialmente no primeiro tempo. O atacante também se destacou, inclusive por conta de uma linda carretilha no segundo tempo, embora tenha desperdiçado boa chance na etapa inicial.

Após certa pressão da Argentina no começo do jogo, o Brasil equilibrou o jogo e passou a levar perigo. Logo após Vini Jr mandar para fora de cavadinha, Matheus Cunha arriscou do meio de campo e quase marcou um golaço.

Aos 33 minutos, Otamendi deu uma cotovelada em Raphinha e não recebeu o cartão vermelho. O atacante brasileiro ficou em campo sangrando até o fim do primeiro tempo e levou cinco pontos no vestiário no intervalo.

No fim da etapa inicial, a Argentina cresceu no jogo. De Paul finalizou da entrada da área e exigiu boa defesa de Alisson.

No segundo tempo, Fred mandou uma bomba de primeira de fora da área e acertou o travessão aos 14 minutos. Aos 19, Vini Jr deu uma carretilha em Molina e ajeitou para Paquetá, que chutou sem força e viu Matheus Cunha desviar para fora. Vini Jr ainda teve outra boa chance, mas finalizou sem tanta força e Martínez defendeu.

Os minutos finais continuaram pegados, e o clima voltou a esquentar após entrada de Acuña em Antony. Além disso, as substituições ajudaram a travar o jogo, e o placar não foi alterado.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas