Remédios contra câncer e diabetes são incluídos pela OMS em lista de fármacos essenciais

A partir desta quinta-feira (30/09/2021), os fármacos para o tratamento de câncer e diabetes serão incluídos na lista de medicamentos essenciais da Organização Mundial da Saúde (OMS). Os elementos da classificação, atualizados a cada dois anos, visam a atender as necessidades prioritárias de saúde da população global.

Segundo a publicação, as novidades da lista são os chamados análogos da insulina de ação prolongada, como insulina degludec, detemir e glargina e seus biossimilares. Com o hormônio obtido em humanos, a meta é aumentar o acesso ao tratamento, ampliando as escolhas para os que vivem com a diabetes.

Para a diabetes tipo 2, a lista inclui os chamados inibidores do cotransportador de glicose de sódio 2, SGLT2. Desse grupo, a empagliflozina, canagliflozina e dapagliflozina serão usados como terapia de segunda linha em adultos.

Em relação ao câncer, a agência incluiu os fármacos enzalutamida, o everolimus, ibrutinibe e rasburicase. Além disso, a atualização do documento traz medicamentos para ajudar as pessoas que desejam parar de fumar e remédios contra infecções bacterianas e fúngicas graves.

*Informações do portal SBT News

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts