Militante do PT é preso ao tentar impedir a passagem de tanques da marinha na Esplanada dos Ministérios

Um homem de 42 anos foi detido na manhã desta terça (10/08/2021) por invadir a área restrita do desfile de veículos militares que ocorreu em Brasília e se colocar na frente de um deles para impedir a passagem, segundo a PC-DF (Polícia Civil do Distrito Federal).

Embora o órgão, assim como a Polícia Militar, não tenha divulgado a identidade do homem, o PT, nas redes sociais, disse que o detido é um militante do partido, conhecido pela alcunha de “TromPetista”.

“Em defesa da democracia, sempre! Nossa solidariedade ao ‘TromPetista’, preso por se manifestar contra um governo fascista”, tuitou o PT.

Também nas redes sociais, a presidente do PT, Gleise Hoffmann (PR), criticou a detenção do militante. Para a também deputada federal, o “TromPetista” foi vítima de uma “prisão arbitrária”, motivada “por protestar contra a intimidação de Bolsonaro com seu desfile militar”.

Segundo o comunicado das autoridades, o homem resistiu à contenção, foi retirado do local e conduzido ao 5º DP (Departamento de Polícia).

Na delegacia, o detido assinou um termo circunstanciado por desobediência e comprometeu-se a comparecer ao Jecrin (Juizado Especial Criminal) quando for intimado, ainda de acordo com a PC-DF.

O desfile foi acompanhado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e chefes militares. Ontem, Bolsonaro usou as redes sociais para convidar autoridades para o ato, mas nenhuma compareceu.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *