Connect with us

Mundo

Principal cidade controlada por jihadistas é reconquistada pelos exércitos de Moçambique e Ruanda

Published

on

As forças ruandesas destacadas no mês passado para ajudar o exército moçambicano a combater os jihadistas disseram neste domingo (08/08/2021) que recuperaram o controle do porto de Mocímboa da Praia, no norte, dos militantes extremistas.

“A cidade portuária de Mocímboa da Praia, um grande reduto da insurgência há mais de dois anos, foi capturada pelas forças de segurança ruandesas e moçambicanas”, afirmaram as Forças de Defesa do Ruanda em tweet.

O porta-voz da Força, coronel Ronald Rwivanga, confirmou isso à AFP, dizendo “sim (Mocímboa da Praia) caiu”.

A cidade portuária, de onde ocorreram os primeiros ataques islâmicos em outubro de 2017, tornou-se, desde o ano passado, a sede de fato dos extremistas ligados ao Estado Islâmico, conhecidos localmente como Al-Shabab.

Mocímboa da Praia “foi o último reduto dos insurgentes, marcando o fim da primeira fase das operações de contra-insurgência que estão a desalojar os insurgentes do reduto”, disse Rwivanga em mensagem de texto.

Ruanda enviou mil soldados no mês passado para apoiar as forças militares moçambicanas que lutam para recuperar o controle sobre a província de Cabo Delgado, no norte, que abriga um dos maiores projetos de gás natural liquefeito da África.

As forças reivindicaram na semana passada o seu primeiro sucesso desde o destacamento, dizendo que ajudaram o exército de Moçambique a recuperar o controle de Awasse – um pequeno mas também estratégico assentamento perto de Mocímboa da Praia.

“Vamos continuar com as operações de segurança para pacificar completamente essas áreas e permitir que as forças moçambicanas e ruandesas conduzam as operações de estabilização (os deslocados) regressam a casa e os negócios continuam,” acrescentou Rwivanga.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas