Juros básicos da economia é elevada pelo Copom de 4,25% para 5,25 ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central anunciou na 4ª feira (4.ago) o aumento da taxa Selic de 4,25% para 5,25% ao ano – quarta elevação consecutiva em 2021. A decisão já era esperada pelos analistas do mercado financeiro, que estimam a taxa em 7% até o final deste ano.

Com a decisão, a Selic continua num ciclo de alta, depois de passar quase seis anos sem ser elevada. Em março, a taxa passou de 2% para 2,75% ao ano. Em maio, subiu novamente, para 3,5%. Posteriormente, em junho, passou para 4,25%.

Segundo o site SBT News, em comunicado, o Copom informou que na próxima reunião, em 21 e 22 de setembro, também pretende elevar a Selic em 1 ponto percentual. O órgão pediu a continuidade das reformas econômicas estruturais e advertiu para o risco da aprovação de medidas que elevem os gastos públicos permanentemente.

“O Copom reitera que perseverar no processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira é essencial para permitir a recuperação sustentável da economia. O comitê ressalta, ainda, que questionamentos sobre a continuidade das reformas e alterações de caráter permanente no processo de ajuste das contas públicas podem elevar a taxa de juros estrutural da economia”, destacou o texto.

Motivo

A decisão do Copom é motivada pela alta da inflação. Em junho, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou o maior nível para o mês desde 2018, com acúmulo de 8,35% nos últimos 12 meses. Entre os fatores da elevação estão os preços da energia elétrica e dos combustíveis, além da alta do dólar.

O mercado financeiro estima que a inflação terminará o ano em 6,79%, segundo dados do Boletim Focus. O resultado, se confirmado, ficará acima do teto da meta – fixado em 3,75% para 2021 pelo Conselho Monetário Nacional, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual.

Em nota, o Copom afirmou que a inflação continua persistente, assim como a pressão sobre os bens industriais.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *