Siga nossas redes

Segurança

Após carro alegórico atropelar criança, MP-RJ diz que desfile violou normas de segurança

Published

on

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) disse que o desfile das escolas de samba da Série Ouro, realizado na última quarta-feira (20/04/2022), na Marquês da Sapucaí, violou normas de segurança determinadas pela Justiça. Segundo o MP-RJ, foi enviado um documento no mês de março com as recomendações sobre segurança a todos os organizadores do evento, inclusive em relação a carros alegóricos no momento da dispersão. Uma menina de 11 anos, Raquel Antunes da Silva, sofreu um acidente em um carro alegórico e teve uma das pernas amputada. O estado de saúde da criança é gravíssimo.

A polícia investiga as circunstâncias do acidente e já recolheu as imagens de câmeras de segurança da rua. O carro envolvido no acidente passou por perícia. O local não estava cercado com grades.

A criança estava acompanhando a dispersão da escola de samba Em Cima da Hora, a primeira a desfilar na noite de desfiles do grupo de acesso, quando se soltou da mãe e subiu no veículo. Logo depois, houve o acidente onde ela teve as duas pernas prensadas em um poste da rua Frei Caneca. A menina foi socorrida no posto médico do Sambódromo e, em seguida, encaminhada para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio.

Após o acidente, os desfiles foram interrompidos e só recomeçaram uma hora mais tarde. A Liga das Escolas de Samba e a Prefeitura do Rio disseram que estão sendo solidários à família. A escola de Samba Em Cima da Hora não se posicionou.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas