Siga nossas redes

Mundo

Zelensky diz não está disposto a ceder território do leste ucraniano para acabar a guerra com a Rússia

Published

on

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse em entrevista à CNN que a Ucrânia não está disposta a ceder território na parte leste do país para acabar com a guerra com a Rússia, e os militares da Ucrânia estão preparados para lutar contra os militares de Moscou na região de Donbas em uma batalha que ele diz poderia influenciar o curso de toda a guerra.

Zelensky disse na sexta-feira (15/04/2022) durante a entrevista no gabinete do presidente em Kiev, que seu país não tem garantia de que a Rússia não tentará novamente tomar Kiev se for capaz de capturar Donbass.

“É por isso que é muito importante para nós não permitir que eles se mantenham firmes, porque esta batalha… pode influenciar o curso de toda a guerra”, disse Zelensky.

Porque não confio nos militares russos e na liderança russa”, continuou ele. “É por isso que entendemos que o fato de termos combatido e eles partiram, e eles estavam fugindo de Kiev – do norte, de Chernihiv e daquela direção – não significa que eles sejam capazes de capturar Donbas, eles não irão mais em direção a Kiev.”

A entrevista de Zelensky à CNN na sexta-feira (15/04), mais de sete semanas após o ataque do presidente russo Vladimir Putin à Ucrânia, ocorre quando os militares da Ucrânia têm visto sucessos na resistência à ofensiva da Rússia que foram uma surpresa para a inteligência dos EUA – e um Kremlin que havia planejado uma rápida e vitória decisiva.
Questionado por Tapper se a Ucrânia seria vitoriosa no conflito, Zelensky disse: “Sim, claro, e será”.

Ao mesmo tempo, no entanto, a Ucrânia sofreu terríveis baixas civis em todo o país em meio aos combates. Zelensky disse que o mundo deve estar preparado para a possibilidade de Putin usar uma arma nuclear tática porque ele não valoriza as vidas ucranianas. Zelensky falou em ucraniano e inglês sobre os horrores que seu país testemunhou e a ajuda urgente que seus militares ainda precisam para se defender da próxima ofensiva russa nas partes leste e sul da Ucrânia.

O presidente dos EUA, Joe Biden, disse na semana passada que os assassinatos de civis cometidos pelas forças russas pareciam ser genocídio.

“Tenho a mesma opinião do presidente Biden”, disse Zelensky. “Veja o que aconteceu em Bucha. Está claro que nem é uma guerra, é um genocídio. Eles apenas mataram pessoas. Não soldados, pessoas. Eles apenas atiraram nas pessoas nas ruas. As pessoas estavam andando de bicicleta, pegando o ônibus ou apenas andando na rua. Havia cadáveres nas ruas.”

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas