Siga nossas redes

Mundo

Kremlin acusa Ucrânia de bombardear área residencial de cidade russa

Published

on

O Kremlin acusou tropas ucranianas de bombardear uma área residencial da cidade russa de Klimovo. O local fica na região de Bryansk, fronteira com a Ucrânia. Se confirmado, esse seria o segundo ataque da Ucrânia contra o território de Vladimir Putin.

A denúncia foi divulgada nesta quinta-feira (14/04/2022) pela agência russa de notícias TASS. Oito pessoas teriam ficado feridas, entre elas uma mulher grávida e uma criança. Segundo o governador de Bryansk, Alexander Bogomaz, a zona residencial atacada fica a cerca de 10 quilômetros da fronteira com a Ucrânia. Dois edifícios pegaram fogo.

À agência TASS, a diretora do Departamento de Educação da região diz que as escolas tiveram de ser fechadas. O Comitê de Investigação da Rússia afirma que os ataques foram conduzidos por seis helicópteros ucranianos.

As autoridades ucranianas rejeitaram as acusações do Kremlin. Em comunicado, defenderam que o exército de Putin realiza “ataques terroristas” no seu próprio território com o objetivo de gerar “histeria anti-ucraniana” no país.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas