Siga nossas redes

Esportes

Freddy Rincón, ídolo do Corinthians e seleção colombiana, morre aos 55 anos em consequência ao acidente grave de carro

Published

on

Freddy Rincón, ídolo do Corinthians e da seleção colombiana, morreu no fim da noite desta quarta-feira dia 13 de abril (madrugada de quinta no horário de Brasília). O lendário volante sofreu um grave acidente de carro há três dias e não resistiu aos ferimentos. A morte foi confirmada pelo hospital onde Rincón estava internado na cidade de Cali.

No Brasil, Rincón jogou por Palmeiras, Corinthians, Santos e Cruzeiro, mas foi com a camisa do Alvinegro que teve destaque a ponto de se tornar ídolo. Isso porque o ex-jogador participou das conquistas do Mundial de Clubes, nos anos 2000, dos Campeonatos Brasileiros de 1998 e 1999, além do Campeonato Paulista, em 1999.

Na Colômbia, ele iniciou a carreira no Atlético Buenaventura e passou por Deportes Tolima, Santa Fé e América de Cali até ser contratado pelo Palmeiras. Com a seleção, disputou as Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998 e ao todo soma 87 jogos e 17 gols marcados, sendo considerado ídolo.

Além disso, Rincón chegou a defender o Real Madrid e o Napoli, mas não teve sucesso no futebol espanhol e italiano. Quando encerrou a carreira como jogador, ele aventurou-se no Brasil como técnico, tendo comandado o São Bento, o São José, o Iraty e o Flamengo de Guarulhos (SP), além de ter trabalhado na base do Corinthians e como auxiliar técnico do Atlético-MG.

A equipe médica informou que o estado de saúde do ex-jogador era crítico. Rincón sofreu um grave traumatismo craniano na colisão e foi submetido a uma cirurgia de quase três horas. Desde então, os boletins médicos divulgados não eram animadores. E, nesta quarta-feira (horário local), o hospital confirmou a morte (veja o comunicado abaixo).

“A clínica Imbanaco, do grupo QuirónSalud, ao lado dos familiares e com toda a autorização, informa que, apesar de todos os esforços de nossas equipes de trabalho, o paciente Freddy Eusebio Rincón Valencia morreu. Queremos expressar nossos sinceros sentimentos de condolência a seus familiares, seus amigos, aos seus chegados, aos seus seguidores de todo o planeta. Nunca haverá forma de expressar o que sentimos ao perder um paciente. Quem quer que seja o paciente”, disse Quintero.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas