Siga nossas redes

Brasil

Joaquim Silva e Luna diz que não deixará a Petrobrás enquanto solução definitiva no comando não ser resolvida

Published

on

Em entrevista à CNN Brasil, o general Joaquim Silva e Luna afirmou que não vai deixar a Petrobras enquanto a solução definitiva para o comando da companhia não for acertada. A desistência de Rodolfo Landim para assumir o conselho da Petrobras, e as dúvidas sobre os limites da Lei das Estatais sobre a indicação de Adriano Pires para a presidência da estatal, levantaram ainda mais incertezas sobre a governança da estatal.

“Na vida temos que fazer escolhas. Entendo que, nesse momento, o bem a ser tutelado é a Empresa. Deixo o amor-próprio de lado e entrego no tempo que for melhor para a imagem, reputação e continuidade dos trabalhos da Petrobras”, Silva e Luna disse à coluna.

Em nota, a Petrobras disse nesta segunda-feira que tomou ciência da desistência de Landim, mas “até o momento não recebeu notificação do Ministério das Minas e Energia acerca da substituição do indicado”.

Joaquim Silva e Luna foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada quando o governo apresentou a lista de novos conselheiros da Petrobras para aprovação na Assembleia Geral de Acionistas marcada para o dia 13 de abril. O general foi excluído do documento entregue ao Ministério de Minas e Energia, sem aviso prévio, apesar de já sentir a fritura que sofria desde o último reajuste dos preços dos combustíveis em 11 de março.

*Informações do site CNN Brasil

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas