Siga nossas redes

Mundo

Ucrânia retoma o controle de toda região de Kiev, diz Ministra de Defesa ucraniana

Published

on

Os ucranianos recuperaram o controle de toda a região de Kiev depois que as forças russas se retiraram de cidades importantes perto da capital, anunciou a vice-ministra da Defesa ucraniana, Ganna Maliar.

As localidades de “Irpin, Bucha, Gostomel e toda a região de Kiev foram libertadas do invasor”, anunciou Maliar no Facebook.

Todas essas cidades foram devastadas pelos combates que ocorreram após o início da invasão russa, em 24 de fevereiro.

Os ucranianos declararam na segunda-feira que reconquistaram Irpin, em mãos russas desde o final de fevereiro.

Pelo menos 200 dos habitantes desta pequena cidade ao noroeste da capital foram mortos desde o início da invasão russa, segundo informou na quarta-feira (30/03/2022) seu prefeito, Oleksandre Markuchin.

As operações de remoção de minas ainda estavam em andamento neste sábado (02/04), disseram os serviços de emergência, segundo os quais 643 artefatos explosivos foram desativados na localidade desde que voltou às mãos dos ucranianos.

E uma equipe da AFP pôde ir à Bucha neste sábado, também muito recentemente “libertada” e que estava inacessível à imprensa há quase um mês.

Quase 300 pessoas no total tiveram que ser enterradas “em valas comuns” nesta cidade, também ao noroeste de Kiev, disse seu prefeito, Anatoly Fedorouk, à AFP.

Um jornalista da AFP viu os corpos de pelo menos 20 homens em trajes civis deitados numa rua.

Gostomel, também a noroeste da capital, abriga o aeroporto militar Antonov, atacado pelas forças russas em 25 de fevereiro, um dia após o início da ofensiva na Ucrânia.

O objetivo desta “rápida retirada” das tropas russas das regiões de Kiev e Cherniguiv, no norte da Ucrânia, visaria uma redistribuição desses soldados no leste e o sul, segundo o governo ucraniano.

*Informações do Portal UOL Notícias

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas