Siga nossas redes

Mundo

Conselheiro presidencial da Ucrânia diz que fim do conflito militar pode ocorrer em maio

Published

on

O conselheiro presidencial da Ucrânia, Oleksiy Arestovich, afirmou, na noite de segunda-feira (14/03/2022), que o conflito militar no país pode terminar no início de maio, período em que a Rússia provavelmente ficará sem recursos para continuar com as operações. Segundo a agência de notícias Reuters, as declarações do político foram feitas em um vídeo divulgado nos meios de comunicação ucranianos.

“Acho que o mais tardar em maio, início de maio, deveríamos ter um acordo de paz, talvez muito antes, veremos, estou falando das últimas datas possíveis. Estamos em uma bifurcação agora: há ou haverá um acordo de paz muito rápido, dentro de uma ou duas semanas, com retirada de tropas e tudo mais, ou haverá uma tentativa de reunir alguns, digamos, sírios para uma segunda rodada e, quando os esmagarmos também, um acordo em meados de abril ou final de abril”, disse Arestovich.

Ele alertou, no entanto, para um cenário “completamente louco” no caso da Rússia começar a enviar recrutas após poucos dias de treinamento, uma vez que, mesmo com um acordo de paz, pequenos confrontos táticos poderiam permanecer por mais tempo no país.

A ofensiva russa na Ucrânia chega ao 20º dia e deve ser marcada por uma nova rodada de negociações. O encontro virtual, iniciado ontem, deve ser retomado ainda nesta manhã para discutir as posições específicas de ambos os países. A expectativa, caso não haja um acordo de cessar-fogo, é o maior comprometimento dos líderes com os corredores humanitários para a fuga de civis. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), mais de 2,9 milhões de pessoas já deixaram o país.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas