Siga nossas redes

Mundo

China chama de “Guerra” pela primeira vez sobre à invasão da Rússia na Ucrânia

Published

on

A China chamou a invasão russa da Ucrânia de “guerra” pela primeira vez, mas ainda se recusa a fazer qualquer crítica pública a Vladimir Putin.

Wang Yi , o ministro das Relações Exteriores, usou a palavra na quinta-feira (10/03/2022) em comentários divulgados pela mídia estatal.

“Esperamos ver a luta e a guerra parar o mais rápido possível”, disse ele em uma ligação com Jean-Yves Le Drian, seu colega francês.

No entanto, na sexta-feira, o primeiro-ministro chinês Li Keqiang novamente se recusou a criticar a Rússia, chamando a situação na Ucrânia de “grave” e oferecendo a ajuda de Pequim para desempenhar um “papel positivo “.

A China é uma aliada de longa data da Rússia e as autoridades chinesas e a mídia estatal repetiram as alegações russas, enquanto Pequim insiste que é neutra. Ele se absteve de duas votações da ONU criticando a Rússia.

“Apoiamos e encorajamos todos os esforços que conduzam a uma solução pacífica da crise”, disse Li a repórteres em uma entrevista coletiva anual.

*Informações do site Evening Standard

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas