Siga nossas redes

Mundo

Governo da Venezuela liberta um norte-americano preso, e mostra boa vontade em melhorar relação com EUA

Published

on

O governo da Venezuela libertou ao menos um americano preso no país nesta terça-feira (08/03/2022). A atitude mostra boa vontade dos venezuelanos em melhorar a relação com os Estados Unidos, que buscam reduzir o apoio à Rússia na América Latina após o início do conflito na Ucrânia.

Um grupo não-governamental que acompanha detenções arbitrárias e uma pessoa familiarizada com o assunto confirmaram a libertação de Gustavo Cardenas, executivo do petróleo preso na Venezuela há mais de quatro anos. As informações são da Associated Press.

A decisão Venezuela acontece após uma visita de representantes dos Estados Unidos ao país. Horas antes da soltura, Nicolás Maduro sinalizou interesse em melhorar as relações com os Estados Unidos em meio à invasão da Ucrânia pela Rússia e demonstrações americanas de preocupação americana com o aumento no preço dos combustíveis.

Além de Cardenas, estão presos outros cinco executivos da Citgo, subsidiária da petrolífera estatal venezuelana Petróleos de Venezuela, por conta de um plano nunca executado de refinanciar bilhões em títulos da empresa. O governo dos EUA pressionou por sua libertação.

Outros três americanos também estão detidos em território venezuelano. Mark Denman e Airan Berry, dois ex-Boinas Verdes — Forças Especiais do Exército dos Estados Unidos — por envolvimento em um complô para derrubar Maduro, e Matthew Heath, ex-fuzileiro naval dos EUA, acusado de porte de armas.

*Informações do Portal SBT News

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas