Siga nossas redes

Esportes

Após tensão entre Rússia e Ucrânia, UEFA estuda mudar sede da final da Champions League

Published

on

UEFA estuda mudar a sede da final da Champions League pela terceira vez consecutiva. Enquanto em 2020 e 2021 o motivo foi a pandemia, dessa vez é a tensão crescente entre Rússia e Ucrânia que pode levar a entidade a tirar a decisão do Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, na Rússia, onde está marcada para o dia 28 de maio.

Originalmente, a cidade russa receberia a final da principal competição de clubes do mundo em 2021, mas a pandemia modificou os planos. Tanto a final de 2020 como a de 2021 foram em Portugal, nas cidades de Lisboa e Porto, respectivamente. Dessa forma, Istambul, na Turquia, que receberia em 2020, ficou para 2023, enquanto São Petersburgo ficou para 2022.

Por enquanto, uma das opções para uma possível nova sede é o Estádio de Wembley, na Inglaterra, que estava prevista para receber a decisão em 2023, mas que, com todas as mudanças, acabou sendo adiada para 2024.

Sede da maior companhia de gás natural do mundo, a Gazprom, que é patrocinadora da Champions, São Petersburgo está sendo monitorada, assim como toda a situação política que envolve não só Rússia e Ucrânia como também outros países ocidentais, como Estados Unidos, França e Reino Unido.

*Informações do site Máquina do Esporte

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas