Rússia ordena retirada de parte das tropas militares da fronteira com a Ucrânia

Autoridades da Rússia informaram nesta terça-feira (15/02/2022) que ordenaram a retirada de parte das tropas militares que estavam em treinamento em territórios próximos à Ucrânia.

Segundo o ministério da Defesa russo, a medida pode diminuir os atritos entre Moscou e o Ocidente. Agências de notícias internacionais informaram que um porta-voz da pasta disse que os exercícios de grande escala em todo o país continuam, mas algumas unidades dos distritos militares do sul e do oeste russo (regiões próximas à fronteira com a Ucrânia) completaram as atividades e começaram a retornar à base.

Ainda segundo o ministério da Defesa da Rússia, alguns equipamentos serão transportados de caminhão, enquanto algumas tropas marchariam para as bases por conta própria. A Rússia levou mais de 100.000 soldados para perto das fronteiras da Ucrânia, provocando temores de uma invasão, especialmente porque os exercícios conjuntos de Moscou de 10 a 20 de fevereiro com a Bielorrússia significam que a Ucrânia está quase cercada pelos militares russos.

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse que só vai acreditar numa redução da tensão quando não foram mais vistas tropas russas próximas ao país. A secretária de Relações Exteriores britânica, Liz Truss, também não acredita que Moscou não tem planos de invasão enquanto não houver uma remoção em larga escala das tropas russas da fronteira com a Ucrânia.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
6
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts