Siga nossas redes

Mundo

Brasil celebra 30 anos da parceria diplomática com a Ucrânia

Published

on

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil divulgou nota exaltando parceria comercial entre Brasília e Kiev e afirmando que desde que o país reconheceu a independência ucraniana em 1991, as nações “mantiveram múltiplos contatos de alto nível entre seus mandatários”.

Nas vésperas da viagem do presidente Jair Bolsonaro (PL) e de seus ministros à Rússia, o Itamaraty divulgou hoje (11/02/2022) uma nota na qual celebra a data dos 30 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre as duas nações.

“Brasil e Ucrânia celebram hoje, 11 de fevereiro de 2022, o aniversário de trinta anos do estabelecimento das relações diplomáticas. […] Desde que o governo brasileiro reconheceu a independência ucraniana, em dezembro de 1991, Brasil e Ucrânia mantiveram múltiplos contatos de alto nível entre seus mandatários”, diz o texto publicado pelo MRE do Brasil.

Ao mesmo tempo, o governo destaca a “parceira estratégica” e o “comércio bilateral” com Kiev.

“Em 2009, os dois países estabeleceram parceria estratégica, com importantes desdobramentos nos setores espacial, de defesa e saúde. O comércio bilateral, equilibrado nas vendas de lado a lado, praticamente triplicou, em 2021, na comparação com o período inicial das relações diplomáticas, na década de 1990.”

Ainda segundo o texto, a diplomacia brasileira exalta “a valiosa contribuição da comunidade de ucranianos e seus descendentes […] para o desenvolvimento nacional, há mais de cento e trinta anos”.
A publicação do Ministério das Relações Exteriores precede a visita de Bolsonaro a Moscou em meio à crise entre a Rússia e o Ocidente em relação à Ucrânia, país que os EUA e a OTAN afirmam que será invadido pela Rússia, ação que o Kremlin já negou diversas vezes.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas