Siga nossas redes

Mundo

Estados Unidos dizem que uma invasão russa à Ucrânia pode causar 5 milhões de refugiados

Published

on

Uma potencial invasão russa à Ucrânia poderia resultar em quase 5 milhões de refugiados e mais de 50 mil mortos e feridos. A previsão, divulgada neste domingo (06/02/2022), é do serviço secreto dos Estados Unidos, que calcula aproximadamente 83 batalhões russos já posicionados na fronteira com a Ucrânia.

Segundo o documento, que contou com reuniões entre legisladores e altos responsáveis militares, as tropas russas já estão com 70% dos recursos necessários para uma invasão em larga escala na Ucrânia, podendo lançar uma ofensiva em duas semanas. Caso o combate militar aconteça, os agentes acreditam que as forças da Rússia tomariam a capital ucraniana, Kiev, em apenas dois dias.

Apesar do governo russo negar a possível invasão, países-membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) já iniciaram medidas protetivas. Nesta semana, por exemplo, os Estados Unidos enviaram cerca de dois mil soldados para países do Leste Europeu para prestação de serviço, como brigada de combate, missões de inteligência e apoio médico.

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, também expressou apoio ao povo Ucraniano e viajou para Kiev para anunciar um pacote de ajuda de 88 milhões de libras (R$ 630 milhões), além de oferecer treinamento militar e armamentos ao país, como canhões antitanque.

No último dia 28, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse que deseja manter a diplomacia e o diálogo em relação à crise com a Ucrânia, mas que não permitirá que os interesses do país sejam ignorados. Segundo ele, a Rússia não pretende invadir o território ucraniano.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas