Siga nossas redes

Economia

Governo federal acaba com a exigência de prova de vida presencial do INSS

Published

on

O governo federal acabou com a exigência de prova de vida presencial do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) e passou a considerar o cruzamento de base de dados públicos para comprovar a situação dos beneficiados. A medida atinge 36 milhões de brasileiros.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou nesta quarta (02/02/2022) uma portaria que traz novas regras para que aposentados, pensionistas e demais beneficiários tenham a comprovação de que estão vivos e sigam tendo acesso ao benefício.

A prova de vida passará a ser feita a partir do cruzamento de dados de todos os órgãos do governo federal, de estados e municípios. Registros de vacinação e consultas no SUS (Sistema Único de Saúde), por exemplo, serão aceitos. A presença nos postos de atendimento será opcional.

Dos 36 milhões que não precisarão mais se deslocar anualmente a uma agência bancária para fazer a comprovação, mais de 5 milhões têm mais de 80 anos.

As novas regras valerão para os aniversários dos segurados que ocorrerem a partir da data da publicação da portaria.

*Informações UOL Notícias

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas